PROVERE foi lançado em Foz Côa

 

O Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Rui Baleiras escolheu Foz Côa para fazer a apresentação nacional do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE), no passado dia 15 de Maio, no Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa. A apresentação decorreu no âmbito do Workshop “Territórios de Baixa Densidade - Oportunidades de Desenvolvimento” que contou com a presença de Emílio Mesquita, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, Manuela Proença, Directora-Geral do Departamento de Prospectiva e Planeamento e Relações Internacionais, Adriano Pimpão, da Universidade do Algarve, Marie-Hélène Le CoutourPôle, da Délégation Interministérielleàl’Aménagement etàla Compétitivitédes Territoires–DIACT, Jean Loic Carré, do CoutourPôle TechnologiquedeHaute-Champagne, Carlos Figueiredo, Vice-Presidente do Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB), Carlos Lage, Presidente da Comissão de Coordenação do Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte, Alfredo Marques, Presidente da CCDR do Centro, Paulo Fernandes do Centro Dinamizador das Aldeias de Xisto e João Moura, Presidente da Câmara Municipal de Cantanhede. A presença do Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, Francisco Nunes Correia que estava prevista para a sessão de encerramento foi cancelada à última hora, por motivos imprevistos.

Rui Baleiras informou que este programa será financiado através do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e visa promover parcerias entre agentes económicos para estimular o desenvolvimento de territórios desertificados. “O actual estado da economia portuguesa justifica que seja dada prioridade a medidas de promoção da competitividade territorial como condição necessária para alavancar mais coesão no futuro, em termos de provisão de equipamentos e infra-estruturas de utilização colectiva, entre as regiões portuguesas”. Emílio Mesquita, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa vê este programa como uma excelente oportunidade para toda a região do Vale do Côa. “No âmbito da Associação de Municípios do Vale do Côa temos já concluído o Plano Estratégico de Promoção Turística do Vale do Côa, elaborado pela Sociedade Augusto Mateus e que aponta já prioridades de investimento que pode ter cabimentação neste programa de desenvolvimento. Temos por isso o instrumento financeiro público e têm aparecido potenciais investidores privados com interesse no nosso Concelho. De resto, o próprio facto de o PROVERE ser apresentado ao País, em Foz Côa, é revelador da importância que esta região terá na aplicação do programa”.