Viabilizado o Centro de Alto Rendimento do Pocinho

O Município de Vila Nova de Foz Côa, o Instituto do Desporto de Portugal, I.P., a EDP – Energias de Portugal, S.A. e a REN – Rede Eléctrica Nacional, S.A., celebraram no passado dia 21 de Maio, no âmbito das comemorações do Feriado Municipal um protocolo que viabiliza a construção do “Centro de Alto Rendimento de Foz Côa” (CAR), no Pocinho, por meio da apresentação de uma candidatura ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). O documento, para além de atribuir ao Município de Vila Nova de Foz Côa a responsabilidade pela elaboração dos estudos e dos projectos, assim como pela obtenção dos necessários pareceres, licenças e autorizações, compromete a EDP e a REN a cederem, por um prazo de cinquenta anos, renováveis por acordo das partes, o direito de superfície sobre 25000 m2 de terreno.

 

A cerimónia de assinatura do protocolo decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal e foi presidida pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias, relevando-se ainda a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, Emílio Mesquita, do Presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Foz Côa e Deputado da Nação, Rui Vieira, do Vice-Presidente do Instituto do Desporto de Portugal, João Pedro Sequeira, do (…) da EDP, Domingos Paiva Nunes, do Administrador da REN, Vitor Machado Baptista, do Director Regional do Instituto do Desporto de Portugal, Paulo Pomar, do Presidente da Federação Portuguesa de Remo, António Rascão Marques, do representante do Governo Civil da Guarda, Pedro Pires e do Presidente da Associação Cultural Desportiva e Recreativa do Pocinho, Pe. António Ferraz.

Prevê-se que até final do corrente ano comecem as obras de recuperação do actual CAR de forma não só a permitir a continuidade dos treinos, mas também a substituição dos actuais pavilhões.

A reconstrução do novo CAR faz parte da medida 6 da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. O novo complexo terá uma gestão profissionalizada e ficará à responsabilidade da Federação Portuguesa de Remo.

Emílio Mesquita mostrou-se muito satisfeito com a assinatura deste protocolo, salientando os benefícios que dele poderão retirar todos os atletas da modalidade, mas também a população do Concelho de Vila Nova de Foz Côa, nomeadamente o comércio local. “Trata-se de um investimento importante para este Concelho que nos ajudará nesta luta pelo desenvolvimento regional. Estamos pois a falar de um novo pólo de desenvolvimento da economia, do emprego qualificado e de atracção e fixação de pessoas e empresas neste concelho”. Uma opinião partilhada, aliás, por Rui Vieira, Presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Foz Côa que também destacou a relevância de um empreendimento desta dimensão para a economia local, podendo ainda vir a servir para, no futuro, se seduzirem os jovens do Concelho para esta prática desportiva.

O Secretário de Estado da Juventude e do Desporto regozijou-se com o acordo assinado que permitirá que Foz Côa seja, brevemente, o grande santuário do Remo, a nível nacional. “Este projecto insere-se no programa do Governo que prevê o desenvolvimento de um Programa Nacional Integrado de Infra-estruturas Desportivas, estabelecendo igualmente como prioridade, no âmbito da dimensão internacional do desporto Português, o apoio ao “desporto de alto rendimento” e às “selecções nacionais”. Foz Côa será por isso o espaço privilegiado para a prática desta modalidade no País e será por isso o local de eleição de todos os atletas profissionais e amantes do Remo. Reunirá ainda todas as condições para acolher, em condições de excelência, todas as selecções nacionais e internacionais, antevendo-se, desde já que essa circulação de pessoas venha a ter repercussões no desenvolvimento deste Concelho. Estamos pois de parabéns por termos concretizado aquilo que era, até há bem pouco tempo, um sonho”.